Siga-nos

Perfil

Expresso

Aparelho de Estado

Gasolina cara? Toma lá com o Mercado!

No seu texto de hoje "Gasolina cara? É o Estado, estúpido", Henrique Raposo, desenvolve a tese que o elevado preço da gasolina em Portugal se deve aos impostos cobrados pelo Estado.

Tiago Mota Saraiva

Este argumento, tão querido às almas neoliberais, procura fazer esquecer a promessa que a consequência da decisão de liberalização dos preços da gasolina seria o fantástico mundo da livre concorrência entre marcas e dos preços baixos. Ao invés, a liberalização dos preços trouxe-nos o livre arbítrio das gasolineiras e o seu entendimento quanto aos preços a aplicar.

O argumento inúmeras vezes repetido e que Henrique Raposo replica, é falso e está bem demonstrado no texto do economista Eugénio Rosa: "Porque os preços dos combustíveis são elevados em Portugal". Limito-me a aconselhar a sua leitura, destacando um quadro no qual se estabelece a comparação entre impostos cobrados pelo estados da União Europeia.