Siga-nos

Perfil

Expresso

100 reféns

Querem ver que foram os miúdos a abusar dos padres...

A Igreja Católica já não sabe a quem atirar. Os casos de pedofilia sucedem-se e a reacção continua a ser o ricochete: as famílias, a sociedade em geral, os homossexuais. Só falta dizerem que a culpa é dos miúdos.

Tiago Mesquita (www.expresso.pt)

 A Igreja já não sabe como reagir. E é compreensível. Os casos sucedem-se e começam a faltar bodes para expiar tantos pecados. Qualquer dia vão ter de se virar para as ovelhas e carneiros. Enquanto não acontece continuam a menorizar os abusos sexuais que membros do Clero consumaram e continuam a praticar.

1- Começaram por dizer que os casos de abuso sexual de menores são mais comuns em família e nas mais diversas áreas da sociedade do que no seio da Igreja. Como se sabe estamos todos fartos de ouvir falar no caso do Barnabé e da sua rede de Bombeiros pedófilos voluntários. Ou da rede de pedofilia dos revisores da CP desmantelada recentemente. Um deles foi apanhado em flagrante no Alfa pendular a seduzir um senhor anão porque pensava que ele tinha 8 anos.

2- É estranho que a Igreja não entenda que um Padre, Bispo ou qualquer outra figura da Igreja tem uma responsabilidade moral acrescida. Porque quem tem por vocação ensinar homens e mulheres a viver de acordo com a palavra do Senhor não deveria em caso algum andar enrolado nos lençóis com meninos de 10 anos. Mas a garotada gosta de fugir para dentro dos edredões que se há-de fazer?

Um Padre brasileiro teve direito a filme enquanto espalhava o seu amor pelas crianças sob a Cruz de Cristo. Tinha dito anteriormente: "não sou pedófilo". Pois não filho. És um cobertor do Ikea e dos mentirosos. Os miúdos é que estavam com frio e tu agasalhaste-os como Jesus faria a um pobre diabo com hipotermia. Não me parece que seja este o tipo de ensinamentos que o filho de José gostaria que perdurassem. O Padre foi entretanto detido e deve estar feliz. Por esta hora deve ser a namorada mais requisitada da ala. Não deve ter mãos a medir para distribuir tanto amor pelos fiéis que visitam a sua cela. E espero que um Fernandão ou Renatão de 2 metros e 140 quilos de massa muscular lhe faça toda a santa noite lembrar o sofrimento que causou aos menores de que abusou. Com a graça de Deus claro.

3 - Dizer que a maioria dos pedófilos é homossexual é outra aberração. Da boca de um Padre ou de outra pessoa qualquer. Conheço vários homossexuais e nunca vi nenhum ficar entalado na porta pequena da Imaginarium por andar a correr atrás de um miúdo. Pedofilia é doença e crime. Homossexualidade é uma orientação sexual. Façam lá favor de não baralhar os fiéis. Até porque muitos deles serão homossexuais e podem não apreciar, não lhes parece? Se não gostam de generalizações entre padres e pedófilos não façam o mesmo entre coisas bem mais descabidas.

4 - Com tanto que a Igreja tem dito sobre tudo e todos menos sobre os acusados começa a pairar a ideia de que a culpa disto tudo é afinal dos miúdos. Estavam à hora errada, no sítio errado e com o padre errado. "Coitado do senhor padre, estava a preparar a homilia sossegado e veio o raio do miúdo com uma fisga e disse-lhe: viola-me já aqui ou vazo-te um olho!"