Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

Panama, Lux, Malta, Paradise: quando “avoidance” dá de caras com “evasion”

A mais inestimável das vantagens sociais da sucessão de leaks fiscais é a de ter criado uma certeza de que a privacidade acabou para quem usa paraísos fiscais e esquemas altamente complexos de circulação de capital. Dos Panama Papers, aos Lux leaks e Malta Leaks, dos Football Leaks até aos Paradise Papers, a primeira evidência é esta: quem opta por esquemas fiscais agressivos (um eufemismo adorado por advogados e consultores) sabe que a probabilidade de vir a ser descoberto passou a ser real.

E essa é uma novidade absoluta para todos os deal makers deste tipo de processos. Quando um cliente pergunta agora a um banqueiro, advogado ou consultor se lhe garantem absoluta confidencialidade nos processos que lhes aconselharam, alguém pode responder com seriedade a essa questão? Não pode, porque os leaks vieram para ficar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)