Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

Nas mãos dos extremos

Os resultados nas eleições holandesas criaram um estranho sentimento de alívio junto de boa parte da opinião europeia. A derrota, apesar de ter acontecido num movimento de crescimento, de Geert Wilders deu a muitos a ideia de que a hipótese de movimentos extremistas vencerem eleições tinha desaparecido. Não há nada mais errado.

Não é o facto de a Holanda ter garantido um executivo não extremista, de a Alemanha ir pelo mesmo caminho ou de a Áustria ter dito não a um candidato de extrema-direita que afasta a hipótese de movimentos, partidos ou figuras com discursos antissistema ou radicais vencerem eleições ou de as condicionarem fortemente.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)