Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

O problema não é Carlos Costa nem Constâncio nem quem se seguir

O problema da supervisão bancária é um problema de ineficácia, de opacidade, de burocracia, de falta de vontade, de ausência de contacto com o mundo real, de negação, medo e desculpas constantes.

É, antes disso tudo, um problema de quem, longe da própria supervisão, na soberba dos bancos e do poder financeiro, esquece que as suas ações, omissões e favores violam os mais básicos princípios da ética, do risco, da probidade, da responsabilidade fiduciária e da natureza pela qual a banca comercial nasceu há séculos.

Não podemos ficar à espera de que a natureza humana mude, de que a ganância e o lucro fácil ou fictício desapareçam do mundo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)