Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

O que fica de um ano de raiva

  • 333

O que fica do referendo britânico? Saia o Reino Unido da UE ou fique entre os 28, o que fica é uma campanha de extremos, polarizada ao absurdo, onde o medo e a raiva ao que se desconhece é enorme. O medo dos outros, dos estrangeiros, dos emigrantes, da adesão da Turquia, dos canalizadores polacos, dos trabalhadores rurais búlgaros. A campanha do 'Brexit' tinha bons argumentos e alguns muito racionais, mas os que se sobrepuseram foram os emocionais e epidérmicos, sobretudo os antissistema.

Esse rasto fica na política inglesa como vai ficar na política americana com ou sem Trump. E já está na política italiana, onde o movimento 5 Estrelas teve um fantástico resultado em autárquicas e segue perto dos 30% nas intenções de voto para legislativas. E mantém-se intacto depois de seis meses de incerteza em Espanha, com o Podemos — agora em versão renovada com a Izquierda Unida — sobe em todas as sondagens, batendo o PSOE como partido principal da esquerda espanhola.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)