Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

A Austrália e as nossas privatizações

  • 333

Na passada quinta-feira, o governo australiano impediu a concretização da venda de uma enorme quantidade de propriedades agrícolas a um consórcio chinês. A venda colocaria mais de 1% das terras australianas - pertencentes à S. Kidman & Co desde o fim do séc. XIX - nas mãos de empresários chineses, incentivados pelo governo de Pequim a tomarem conta de matérias primas e de ativos agropecuários no estrangeiro.

O negócio, de 285 milhões de dólares, era feito entre privados e num dos países mais orientados para a economia de mercado. Mas o governo australiano vetou-o. Alegou que a venda de mais de 1% do seu território a uma entidade chinesa ia contra os interesses australianos e que a venda em bloco da S. Kidman impedia na prática que qualquer grupo australiano pudesse licitar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)