Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

O regresso do semipresidencialismo

  • 333

O discurso de Marcelo Rebelo de Sousa no 25 de Abril já foi longamente dissecado em televisões, rádios e jornais. Os recados à direita, as exigências à esquerda, as divergências europeias, o apelo aos pactos. Está lá tudo, num equilíbrio quase perfeito.

Mas há, na minha opinião, um ponto mais relevante no discurso do Presidente, o sublinhar da importância do cargo. Marcelo fez questão de lembrar e explicar que o seu cargo se distingue dos que emanam do Parlamento. Sem pôr obviamente em causa a legitimidade parlamentar ou governamental, sublinhou que o Presidente está no ponto mais elevado do sistema, tendo legitimidade eleitoral própria, um mandato mais longo e não estando dependente de eleições intercalares.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)