Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

O que quer Isabel dos Santos?

  • 333

Nos últimos anos criou-se uma ideia de que Isabel dos Santos é uma grande empresária e está rodeada por uma das melhores equipas de gestão e de advocacia que existe em Portugal. Uma parte dessa ideia é fruto da típica subserviência e admiração acrítica de um país onde os capitalistas quase não têm capital, mas outra parte é verdade, porque os seus investimentos acabaram por assentar em algumas empresas fundamentais ao nosso tecido económico, como a GALP, a NOS, a Efacec ou o BPI.

Essa transformação empresarial distinguiu Isabel dos Santos de quase todos os investidores angolanos, mais dados a espetáculos de novo riquismo, negócios imobiliários, apostas de curto prazo e pouco mais. Estar em negócios tão importantes obriga a ter uma equipa sólida e profissional e a ter apostas de médio prazo. Ninguém entra em negócios com a dimensão da GALP ou com a complexidade tecnológica ou de marketing da NOS sem ser com uma ideia de médio prazo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)