Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

Maria Luís, a vice óbvia

  • 333

Sinceramente, não percebi a polémica em torno da escolha de Maria Luís Albuquerque para vice-presidente do PSD. Além de não ser um cargo especialmente importante - há vários vices, e nos últimos anos muitos nem deixaram rasto no partido ou na política -, a trajetória política da ex-ministra das Finanças indicava claramente este caminho.

Goste-se ou não do estilo e das suas ”políticas”, Maria Luís Albuquerque foi braço-direito de Pedro Passos Coelho na segunda metade do governo, esteve sempre alinhada com o ex-PM e tem sido uma consistente e reiterada aposta política do líder do PSD.

O que seria surpreendente era Maria Luís Albuquerque ficar de fora da comissão permanente do PSD. Se Pedro Passos Coelho tivesse dado algum sinal de cansaço ou mostrado vontade de abandono da liderança partidária, era natural que a ex-ministra também começasse a mostrar menos vontade política.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso)