Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

Lisboa vs. Bruxelas: um braço de ferro com sentido?

  • 333

Ninguém sabe como vai acabar o braço de ferro entre Lisboa e e Bruxelas sobre o a meta para o défice estrutural de 2016. Na verdade, neste momento ainda nem existe um braço de ferro, mas uma troca de cartas e de posições públicas que fazem parte destes processos e que têm uma coreografia própria. O problema, neste caso o nosso problema, é que são mais os sinais de que podemos estar perante uma posição dura de Bruxelas do que frente a uma mera ameaça.

No passado recente, há exemplos de cedências e de posições do força. Em 2014, França, Itália e Áustria receberam da Comissão Europeia cartas parecidas com a que agora foi enviada a Mário Centeno. E os três cederam sem apelo nem agravo. Mais recentemente, o governo espanhol desobedeceu às recomendações de Bruxelas sobre o défice estrutural, manteve tudo como estava e... não aconteceu nada.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI