Siga-nos

Perfil

Expresso

Telegramas da saída limpa

Ricardo Costa

Ricardo Costa

Diretor de Informação da SIC

Agarrem-me, senão eu...

  • 333

Um conselho de ministros cheio de medidas, uma oposição com fúria legisladora, medidas de austeridade prolongadas, mais umas quantas atenuadas. É natural que a população fique confusa e sem saber a quantas anda. Sinceramente, não vale a pena perder muito tempo com estas manobras de avanços rápidos. Está tudo a marcar terreno e a testar o inimigo. Pouco mais do que isso. Só quando se perceber quem vai efetivamente governar é que vale a pena olhar com cuidado para as medidas. Ate lá, os jornalistas têm a obrigação de dizer o que se passa e fazerem as contas às medidas. Mas não tomem nota de tudo.

As estratégias do momento são puramente táticas. Apesar de se estarem a passar coisas muitos importantes e estruturais - aliás, nunca vistas em 40 anos de democracia -, a espuma dos dias decorre em absoluto do clima de incerteza. Enquanto esse clima não se dissipar, pelo menos no que respeita a quem governa, estamos a assistir a testes.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI