Siga-nos

Perfil

Expresso

A Tempo e a Desmodo

'SOS Racismo': que valentes!

O Papa vai visitar uns sítios em Portugal. Nesses mesmos sítios, a 'SOS Racismo' vai distribuir preservativos. Eu alinho. Mas, já que são tão valentes, vamos depois distribuir preservativos ali na mesquita de Lisboa.

Henrique Raposo (www.expresso.pt)

I. Uma excelsa organização chamada "SOS Racismo" quer estragar a festa aos católicos portugueses: "Propomos que nesses dias em que o Papa vai estar em Portugal, conseguir o maior número possível de pessoas nos locais onde o Papa vai realizar as missas e distribuir preservativos e/ou folhetos informativos relativos à prevenção da SIDA pelo maior número de pessoas presentes nesses locais"; (mil perdões pelo português, mas não me apetecia editar isto).

II. Eu, que sou um emérito palhaço, alinho nisto. Acho um piadão dar preservativos a beatas secas e ressentidas. Mas, depois, eu gostava de convidar os valentes meninos do 'SOS Racismo' para irmos ali à Mesquita de Lisboa, para fazermos uma nova distribuição de preservativos. Que tal, ah? Aqueles angélicos senhores de barba não são as ameaçadoras beatas católicas, logo, a coisa até pode ser mais fácil. E, depois, eu também gostava de fazer uma visita às comunidades muçulmanas (guineenses?) onde a prática da excisão genital feminina é uma realidade. O 'SOS Racismo' pode vir comigo? O 'SOS Racismo' está a autorizado a criticar populações negras? O 'SOS Racismo' está autorizado a criticar o Islão? O 'SOS Racismo' só critica brancos e católicos?

III. A Igreja Católica é uma das instituições que mais luta contra a SIDA em África. Uma - hipotética - declaração infeliz do Papa não anula esse facto. Há freiras e missionários católicos em África, no meio da lama e do pó, a lutar contra a pobreza e contra a SIDA. Quantos meninos do 'SOS Racismo' estão em África a lutar contra a pobreza e contra SIDA?