Siga-nos

Perfil

Expresso

A Tempo e a Desmodo

Sócrates: criminoso ou inimputável

  • 333

Se Salgado é criminoso ou um sujeito que não sabe contar pelos dedos da mão, Sócrates é criminoso ou o político mais amoral da história da democracia portuguesa. Estamos a falar de um homem que recebeu em dinheiro vivo cerca de 670 mil euros no espaço de um ano. Quem é que vive assim? Qual é o cidadão normal que vive assim? Como é que alguém ainda tem o nervo e o estômago para defender um ex-primeiro-ministro que recebe dinheiro vivo em malas? Continuar a defender este homem significa entrar de vez no campo que sempre determinou a acção socrática: a amoralidade absoluta. Repare-se que não digo imoralidade.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI