Siga-nos

Perfil

Expresso

A Tempo e a Desmodo

Jorge Jesus é Hitchcock, Mourinho é Almodóvar

  • 333

António-Pedro Vasconcelos costuma dizer que cinema e futebol são muito parecidos e que a parecença começa nas semelhanças entre realizador e treinador. Percebo e acrescento: os ideais-tipo da relação entre realizador e actores podem ser comparados aos ideiais-tipo da relação entre treinador e jogadores. Por exemplo, Jorge Jesus é Hitchcock. Para o realizador de "Psico", os actores eram gado, o elenco era um rebanho de seres menores que estava ali para completar o puzzle que já estava na cabeça do mestre; os actores eram simples marionetas que ele movimentava a seu bel-prazer, qual Deus todo poderoso da montagem final; a opinião do actor era uma irrelevância, um zumbido no ouvido de Zeus. Jesus treina assim.

 

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI