Siga-nos

Perfil

Expresso

A Tempo e a Desmodo

Read my lips: acabem com o TGV

Se não cancelar o TGV, o aeroporto e a ponte, o Governo estará a cometer uma irresponsabilidade repugnante. Se não fizer tudo para travar esta irresponsabilidade, Cavaco Silva estará a cometer uma inacção indesculpável.

Henrique Raposo (www.expresso.pt)

I. A reunião entre Passos Coelho e José Sócrates teve reduzidas consequências económicas. Aquilo que foi anunciado não chega. Sim, devemos controlar o rendimento mínimo. Sim, devemos controlar o subsídio de desemprego. Mas, por amor ao altíssimo, nós temos é de controlar as despesas com as construtoras civis.

II. No dia da maior tormenta económica da história recente, provocada pela dívida gasta em investimento público, o Governo assina mais uma obra pública, mais uma auto-estrada. Eu, se fosse investidor, obviamente que só emprestava dinheiro a este país com juros altos. O PSD, o CDS e, acima de tudo, Cavaco Silva devem forçar o PS a abdicar da megalomania do TGV, do aeroporto e da terceira ponte sobre o Tejo. Nós não temos de atacar os desempregados. Devemos, isso sim, atacar as construtoras dos sonhos de betão.

III. O egoísmo eleitoral de Cavaco Silva começa a ser mais do que criticável. Ai sim, Sua Excelência vai acompanhar a evolução dos mercados? Estou muito mais descansado. E que tal sentar à mesa os partidos e forçar um entendimento sério antes que o FMI aterre na Portela (e não no novo aeroporto)?