Siga-nos

Perfil

Expresso

A Tempo e a Desmodo

Bush tinha razão

  • 333

Os neoconservadores de Bush II tinham uma virtude e um defeito: acertavam na análise, mas propunham soluções absurdas, líricas, demenciais. Se fossem médicos, só podiam fazer o diagnóstico, porque doente operado por eles era doente morto. Se eu fosse presidente, teria sempre um neoconservador no meu gabinete, devidamente colocado numa camisa de forças, como é óbvio, mas com um lugar cativo na mesa. Ele seria essencial nessa mesa redonda, porque os neoconservadores vêem problemas onde os outros vêem tabus. Exemplo? Continuam a ter razão na análise do Médio Oriente. 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI