Siga-nos

Perfil

Expresso

A Tempo e a Desmodo

A mobilidade num bairro de lata

A visão típica do bairro pobre ou mesmo de lata costuma ser a visão do privilegiado que olha para a periferia a partir do centro. É nessa perspectiva que nasce a ideia de que os bairros pobres são o símbolo do fracasso do "capitalismo", do fracasso da vida urbana, etc. Por dez milhões de razões, sempre vi a coisa ao contrário. Agora, um professor de Harvard fez o favor de escrever um livro que apoia a minha tese. Em "Triumph of the City", Edward Glaeser afirma o seguinte: sim, um bairro de lata no Rio ou Bombaim é abjecto para um cidadão ocidental, mas não é abjecto para quem vivia no sertão brasileiro ou no atrás-do-sol-posto indiano. Não, a pobreza rural não é bonitinha. Não, a pobreza rural não tem uma dignidade que falta à pobreza urbana. O contrário é que é verdade.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI