Siga-nos

Perfil

Expresso

A Tempo e a Desmodo

A estranha relação entre gays, Islão e direita

  • 333

No campo moral e político, os factos não existem por si só. Tudo depende da percepção da realidade e não da realidade em si mesma. Os factos só existem quando são enquadráveis num ponto de vista, numa narrativa, numa mundividência, para citar um camarada que leu mesmo Kant algures numa Évora germânica: Wilhelm Dilthey. As pessoas só vêem aquilo que querem ou que estão preparadas para ver. No centro da sala, uma evidência empírica pode permanecer invisível apesar do monstruoso tamanho. Esta negação é um mecanismo de defesa da nossa identidade ou até da nossa personalidade. Reconhecer a existência do facto x ou y significaria uma revisão completa das lentes que usamos para ver o mundo. E isso é uma maçada.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI