Siga-nos

Perfil

Expresso

Ressentimento russo

Muitos argumentam que vivemos uma era pós-ideológica nas relações internacionais; argumenta-se que, ao invés da Guerra Fria, só estamos perante lutas de poder material simbolizadas por uma realpolitik mecânica que só vê fluxos de energia e dinheiro.

Lamento, mas esta realpolitik seca não existe, porque os seres humanos por enquanto ainda não são algoritmos. Se não há vácuos de poder material, também não há vácuo de poder ideológico ou cultural. A morte da esquerda, que se encontra na fase derradeira, não determina o fim dos choques ideológicos na ordem europeia e internacional.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)