Siga-nos

Perfil

Expresso

IRS/IRC zero para o interior

O interior do país continuará a morrer enquanto não existir uma ferramenta real de mudança; essa mudança não será feita com declarações de boa vontade, hashtags, concertos e políticos a cortar matos para um momento de tv. A mudança só chegará através das empresas. Não chega colocar escolas, politécnicos e até universidades: eles formam-se e vão-se embora. É preciso uma rede de empresas que fixe os locais e que atraia gente de fora.

A região de Évora é hoje diferente por causa da Embraer. A região de Sines é diferente por causa do complexo industrial. Bragança é diferente por causa da Faurecia. E, por falar em Bragança, convém ler aquilo que o presidente de câmara, Hernâni Dias, disse ao Expresso de sábado passado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)