Siga-nos

Perfil

Expresso

Os crimes ambientalistas (I): o etanol

A pressão do ambientalismo e da narrativa do aquecimento global tem levado a decisões incompreensíveis e prejudiciais para o próprio meio ambiente. Querem um exemplo? A pressa apocalíptica de Al Gore e demais catastrofistas transformou o etanol (combustível feito a partir de açúcar ou milho) na panaceia verde. É espantoso: como é que alguém pode ser irresponsável ao ponto de transformar a agricultura numa petrolífera? Como é que vamos salvar o ambiente transformando a agricultura numa Arábia Saudita?

Este ambientalismo obcecado com o “feed” e “buzz” mediático criou um problema gigantesco (a destruição ambiental e alimentar provocada pelo etanal) que não tem a cobertura mediática que merece, porque o jornalismo contemporâneo não consegue criticar as causas e movimentos que surgem com os rótulos “verde”, “ambientalista” ou “renovável”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)