Siga-nos

Perfil

Expresso

O fim da onda populista

A resistência da república americana contra a democracia chico-esperta de Trump e o evidente retrocesso do Brexit e do movimento independentista escocês na Grã-Bretanha são sintomas do fim da onda populista. Como diz Niall Ferguson, há um momento em que até esta democracia pura, facebookiana e tweeteira encontra as leis da física, ou seja, há um momento em que as pessoas se fartam fisicamente de colocar um like no “make america great again”, “lock her up”, ou no “take back control” e “We send the EU $350 a week. Let’s fund our NHS instead”, há um momento em que até o mais fanático percebe que estes memes são grosseiras simplificações da realidade e que governar não é o mesmo que fazer likes entre amigos que já partilham a nossa fantasia.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)