Siga-nos

Perfil

Expresso

Os equívocos de António Costa

António Costa, o político que sofreu a derrota eleitoral mais humilhante da democracia portuguesa, recria todos os dias uma realidade só dele. Isso ficou evidente na entrevista que deu à Renascença. Esta realidade paralela começa na ideia de que foi a bonomia costista a causa da nova tranquilidade ou esperança dos portugueses. “Os portugueses voltaram a acreditar no país”, diz Costa.

Sucede que este sentimento pós-crise já era evidente nos últimos anos de Passos-Portas. Aliás, foi por isso que Costa perdeu as eleições em outubro de 2015. Enquanto o país dava sinais de recuperação (exportações e confiança do consumidor a subir, desemprego a baixar), António Costa mantinha uma retórica negra que estava desfasada da realidade. Afinal, a austeridade resultara.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)