Siga-nos

Perfil

Expresso

Como o politicamente correto criou terroristas em Birmingham

Birmingham foi destruída pelo politicamente correto ou multiculturalismo, chamem-lhe o que quiserem. Prefiro chamar-lhe segregação. Debaixo de conceitos que parecem benignos ou inofensivos (politicamente correto, multiculturalismo), esta forma de pensar criou, legitimou e financiou a segregação racial e religiosa; criou, legitimou e financiou a separação entre brancos e muçulmanos em Birmingham e outras cidades inglesas.

Sim, o Reino Unido e outros estados europeus criaram pequenos apartheids financiados pelos estados sociais e depois apelidaram essa barbárie com o termo “multiculturalismo”, que é a total negação da ética cosmopolita e do melting pot. Kenan Malik (um dos reformadores muçulmanos que é odiado pela santa aliança: esquerda e radicais islamitas) já contou a história de Birmingham várias vezes, mas, tendo em conta o ataque de 22 de março, vale a pena recordá-la.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)