Siga-nos

Perfil

Expresso

Duas Europas

O choque de civilizações entre as duas Europas é cada vez mais claro. A Europa ocidental que formava a Nato original é uma civilização distinta da Europa oriental que formou o Pacto de Varsóvia. E o choque começa na forma como se pensa o passado e a culpa nacional. É cada vez mais claro que os europeus orientais recusam uma autópsia séria do seu passado. Se por vezes os europeus ocidentais levam essa autocrítica até ao cúmulo (politicamente correto antiocidental), os europeus orientais continuam a inventar desculpas para não confrontarem os seus demónios.

A Hungria é um bom exemplo. Em Budapeste, o regime de Orban inaugurou o Memorial das Vítimas da Ocupação Alemã – uma fraude total que esconde o passado húngaro: o exército alemão foi acolhido na Hungria, não se tratou de uma invasão; o povo húngaro foi aquele que mais colaborou com a Solução Final; Miklós Horthy, o ditador húngaro pró-Eixo, criou a primeira grande lei antissemita do século XX. Tal como os austríacos, os húngaros foram tão nazis como os alemães.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Refugiados na Hungria vão ser presos em campos de contentores nas fronteiras

    Medida aplica-se a novas chegadas mas também a todos os que já estão no país à espera de obter asilo. Governo de Viktor Orbán, professo admirador de Donald Trump, defende necessidade de “proteger” o país de ameaças terroristas e reconhece que os planos vão pô-lo em rota de colisão com Bruxelas e alguns Estados-membros