Siga-nos

Perfil

Expresso

Quem somos nós?

Digo-o sem grande prazer: o centro-esquerda europeu continua no caminho do suicídio; o futuro da Europa resultará do choque entre a direita clássica e a direita nacionalista. A notícia fundamental da Holanda não é a "derrota" de Wilders, é o colapso do centro-esquerda. É assim na Holanda, é assim no Reino Unido, é assim na França. Ora, porque é que a esquerda é incapaz de responder à realidade?

O problema está na sua incapacidade para pensar em termos culturais. Algures no passado recente, criou-se a ideia falsa de que a esquerda é “cultural”, por oposição à direita “económica”. Como é evidente hoje em dia, a tese não faz qualquer sentido. A esquerda não tem respostas para as perguntas culturais que os povos europeus estão colocando em cima da mesa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Holanda recusa populismo de Wilders

    O liberal conservador Mark Rutte deverá continuar como primeiro-ministro. Apesar de castigado nas urnas esta quarta-feira, venceu as legislativas com distância. Para trás ficou o populista xenófobo Geert Wilders. Abre-se, agora, um período de conversações para formar um Governo que pode incluir quatro ou mais partidos, mas não a extrema-direita de Wilders