Siga-nos

Perfil

Expresso

Quem é a vítima? O cristão ou o gay?

As feministas radicais, os negros e os muçulmanos do politicamente correcto, os gays e os transexuais: esta multidão domina o espaço mediático e académico do ocidente em geral e dos EUA em particular. Os filmes, as reportagens, as séries, os livros, as palestras seguem sempre o ângulo da vitimização destas personagens às mãos de um homem de palha: uma poderosíssima maioria branca e cristã. Isto não faz sentido.

Apesar de ter a hegemonia gramsciana do espaço mediático, apesar das leis já reflectirem os seus desejos, esta grande coligação politicamente correcta continua a desempenhar o papel de vítima. Mas, na verdade, é a maior produtora de intolerância da sociedade: há décadas que goza ou diaboliza abertamente as crenças cristãs. Gozar com o cristão, sobretudo com o cristão branco sem gospel, passou a ser o único “racismo” aceitável.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)