Siga-nos

Perfil

Expresso

Pedro e o Trump

A história da relação entre os candidatos republicanos e os média (nos EUA e na Europa) só pode ser descrita através da fábula do Pedro e o Lobo. Seguindo à risca as narrativas da esquerda, os média gozaram ou diabolizaram todos os candidatos republicanos das últimas décadas. Reagan era um cowboy intolerável. Bush era um demónio ou um bobo. Idem para McCain e Romney.

É por isso que no início não liguei à diabolização de Trump; na minha cabeça, era apenas o reinício do mecanismo narrativo que a esquerda americana e europeia – hegemónicas nos média – aplicam há décadas: deslegitimar à partida o candidato republicano, andar com o candidato democrata num andor para que o menino não suje os pés. Problema? Desta vez era a sério, mas já ninguém queria ouvir. Se o assunto não fosse grave, até apetecia dizer “é bem feito”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)