Siga-nos

Perfil

Expresso

Snowden não é herói

  • 333

Snowden é uma espécie de Che Guevara de uma ideologia libertária partilhada à esquerda e à direita, uma ideologia que diaboliza qualquer acção do estado e que recusa qualquer noção de segredo – tudo tem de ser transparente em nome da defesa da nossa individualidade perante os avanços tenebrosos dos nossos estados. É por isso que os libertários defendem o carácter sagrado da encriptação do telemóvel mesmo quando um iphone se torna num espaço de impunidade para todo o tipo de crime, a começar no terrorismo.

Este desdém pela segurança não surge por acaso. A ideologia libertária julga que pode descartar o Leviatã, não vê inimigos num mundo perigoso; aliás, o único inimigo que reconhece é mesmo o próprio ocidente, as democracias ocidentais, que são tratadas como se fossem potências totalitárias. Ou seja, não há aqui distinção qualitativa entre regimes. Um estado, mesmo quando governado por um estado de direito, é um inimigo tenebroso que lança uma teia invisível sobre a sociedade. Não é por acaso que o conspirativo Oliver Stone adora Snowden.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)