Siga-nos

Perfil

Expresso

Se for de esquerda, o nacionalismo já é aceitável?

  • 333

Vale a pena repetir: ao contrário do que se tornou sabedoria convencional em "Lesboa", esta é a pior altura para esticar a corda orçamental. Entre muitos outros, António Costa labora na ideia de que, distraída com os refugiados e com o Brexit, a Europa não ligará a uma questão menor como o orçamento português.

O nosso alegado primeiro-ministro aposta na fofura do "inho": somos tão fofinhos e insignificantezinhos que ninguém dá por nós, não é verdade? Por acaso, não é verdade. 2016 é mais perigoso para Portugal do que 2011, 2012 ou mesmo 2014.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • A guerra é suja em todos os sentidos. Desde logo, porque não faz sentido haver sanções. Se dizem respeito a 2015, os dois décimos de desvio depois de um programa violento não parecem indiciar que não tivessem sido feitos os esforços necessário (se foram mal feitos, na altura a Comissão calou-se). Se dizem respeito já a este ano, convenhamos que é cedo de mais para saber se o Governo consegue ou não conter o défice