Siga-nos

Perfil

Expresso

Trump nasce de um excesso de democracia

  • 333

Demasiada democracia é má democracia. Na Europa e nos EUA, precisamos com urgência do tal “défice democrático”, que é a verdadeira chave da liberdade. Sim, só há liberdade através da limitação da democracia. Olhe-se, por exemplo, para a fragmentação do Partido Republicano (GOP) em múltiplos candidatos populistas. Esta miríade de radicais só existe porque não há “défice democrático”. O partido de Lincoln está a ser destruído não por causa do elitismo aristocrático e institucional, mas por causa do excesso de democracia.

Quando desviaram a escolha do candidato presidencial da convenção elitista para o circo das primárias, os partidos americanos perderam poder institucional, deixaram de ser aquilo que um partido deve ser: um filtro civilizador das pulsões populistas, uma instituição e não um eco acrítico das emoções do momento (passa-se o mesmo em Portugal, diga-se). Desta forma, o terreno fica aberto para demagogos e radicais que aproveitam os medos populares de cada época.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)