Siga-nos

Perfil

Expresso

A MacDonald’s tem razão

  • 333

Experimentem visitar uma loja de brinquedos para tentar comprar legos. É um sarilho. No meu tempo, um lego era um lego, isto é, um caixote de peças sem figuras pré-definidas; a criança imaginava a figura que queria construir e depois executava o plano que estava na sua cabeça. Hoje em dia, ainda há desses caixotes unissexo, digamos assim, mas a maioria das caixas já tem um boneco e um género pré-definidos.

Para os meninos, as caixas são escuras e têm na capa barcos piratas, naves espaciais, carros. Para as meninas, as caixas são cor-de-rosa e têm na capa castelos de princesas e casas de bonecas. O contraste é evidente. Para eles, há aventura e imaginação fora de casa. Para elas, há a felicidade doméstica do gineceu, quer na versão real, quer na versão plebeia. Sendo pai de duas filhas, é óbvio que isto me irrita.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI