Siga-nos

Perfil

Expresso

Homofóbico ou bicha?

  • 333

Vivemos um tempo estranho: por um lado, há imensa racionalidade técnica nos campo científico e tecnológico, mas, por outro lado, há um défice de racionalidade intelectual e moral no debate público. Lançamos nanotecnologia contra o cancro e estamos a recriar o sol em laboratórios gigantescos, mas somos incapazes de discutir racionalmente a saúde, a religião, a política, a educação dos filhos, etc. Só se grita, parece que estamos numa perpétua campanha “sim” versus “não”.

Um dos exemplos máximos desta irracionalidade é a temática gay, digamos assim. Eu não me oponho ao casamento gay, mas, ao mesmo tempo, gozo bastante com uma espécie de ideologia homossexual que consagra os gays como povo escolhido (ex.: os “estudos” que dizem que o gay é melhor pai do que o hetero). Resultado? Para uns, sou aliado de “bichas” e “maricas”, um proponente da “direita abichanada”; para outros, sou homofóbico.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI