Siga-nos

Perfil

Expresso

Trump e Sanders não são a doença, são sintomas

  • 333

Mesmo que sejam derrotados, Trump e Sanders continuarão activos. Porque eles não são a doença. Este duo populista não está a destilar ressentimento na lâmpada do mal, está apenas a canalizar para o interior do sistema uma raiva já existente na sociedade americana. E convinha perceber essa raiva sem o recurso aos habituais chavões sobre isolacionismo, religiosidade, nativismo ou racismo dos americanos. Se a América é racista, nós somos o quê?

Até porque a política de identidade não explica por completo este fenómeno. Mesmo o voto de Trump é tão económico como identitário, e está relacionado com um factor novo na sociedade americana: o desnorte profissional de boa parte da classe média, perdida nos caminhos da globalização e da revolução digital.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI