Siga-nos

Perfil

Expresso

Devemos expulsar migrantes (não refugiados)

  • 333

Vemos fotos de meninos mortos na praia e, de seguida, ouvimos que os governos da Suécia, Finlândia ou Alemanha se preparam para expulsar migrantes. Nesta atmosfera emotiva e superficial em que vivemos, sempre empoleirada no gatilho rápido do Facebook, este quadro gera logo indignações moralistas e superficiais. Precisamos de alguma clareza moral que nos fixe ao chão, que nos proteja das ondas diárias de emoção que ora nos atiram para um lado (menino morto na praia) ou para outro (violações em Colónia).

Convém portanto relembrar que os governos europeus foram claros desde o início – uma coisa é o direito a asilo de um refugiado, outra coisa é um migrante económico a apanhar a boleia da calamidade síria. Temos o dever moral de acolher o primeiro, mas também temos o direito de expulsar o segundo. Um estado de direito não é um bar aberto.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI