Siga-nos

Perfil

Expresso

O presente de natal ideal para o seu pai

  • 333

Minha cara leitora, sei que já tentou várias vezes, mas o seu pai resiste: não, ele não gosta de ler, diz que é chato, dá-lhe sono, é desperdício de tempo. Neste Natal, você até está a pensar na heresia que é oferecer um livro péssimo e fácil de ler só para ver se consegue iniciá-lo nos prazeres xamânicos da leitura. Mas, por favor, não entre no caminho do pecado. Eu tenho aqui o presente ideal para a iniciação literária do seu velho.

Ora, como todos os pais, o seu gosta de futebol, não é verdade? Então há que usar a chuteira como canto da sereia. Sim, bem sei qual é a primeira objecção: o seu instinto pedante sempre lhe disse que não há bons livros sobre futebol. Como todas as manifestações de literatice presumida, o seu instinto literato está errado. Claro que há bons livros sobre futebol. Publicado neste ano, o “Dicionário Sentimental de Futebol” (Quetzal) de Rui Miguel Tovar é um bom exemplo. O autor não tem a voz mágica do pai (lembra-se de Rui Tovar?), mas escreve com a classe pausada dos antigos n.º 10. Rui Miguel Tovar toca no teclado como Hagi tocava na bola.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI