Siga-nos

Perfil

Expresso

Uma cereja de 400 milhões

  • 333

Às vezes, era difícil puxar pelo Benfica. E, confesso, nem sequer me sentia a entrar no redil da heresia: olhava e só via estrangeiros, e muitos deles com pernas de pau. Não contem a ninguém, mas até dei por mim a puxar por alguns adversários do Benfica. Não, não cometi adultério, não puxei pelos andrades nem pelas viscondessas, mas, sim, puxei por um Paços de Ferreira cheio de portugueses que se batia contra um Não-Benfica sem um único português, qual Frankenstein de brasileiros pernetas.

É por isso que critiquei sempre as direções pelo abismo criado entre a equipa e a cantera. É por isso que não me incluo nas viúvas de Jorge Jesus, é por isso que defendo Rui Vitória, é por isso que defendo – muitas vezes no terceiro anel - a mudança de política do presidente Vieira, que corre o risco de entrar para o lugar de melhor presidente da história do clube.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI