Siga-nos

Perfil

Expresso

Sofia Ribeiro: não há guerreiras do cancro

  • 333

Sofia Ribeiro, uma das deusas da pátria, resolveu assumir que tem cancro da mama na sua página de Facebook. Não critico, não quero ser o fariseu da velha privacidade pré-facebook. A catarse do momento pode necessitar de uma enxurrada de likes. O meu problema é outro, e começa na expressão “guerreiras”. A actriz fala numa olímpica “batalha” contra o cancro e nas “guerreiras” que já venceram essa peleja, e termina com a promessa: tudo fará para entrar nessa elite de mulheres, nessa falange de amazonas que derrota Metástase, a deusa negra desta história.

Como estou rodeado de mulheres com um cocktail genético assombrado pelo capricho de Metástase, o assunto é muito cá de casa e gostava de deixar aqui um óbvio ululante: não há batalha, não há vencedoras e derrotadas, não há “casos de sucesso” e casos fracassados, não há heroínas e traidoras da causa. A conversa da guerra contra o cancro não humaniza, desumaniza.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI