Siga-nos

Perfil

Expresso

Quer o PS a Europa ou a CGTP?

  • 333

Começo com uma coluna escrita há cinco anos: “se tudo correr mal, o novo PS será uma força nacionalista e anti-UE. Esta hipótese é improvável, mas não é impossível. O PS tem demasiados Manueis Monteiros de esquerda e um passado anti-CEE anterior a 1976. Paira por ali um certo manuel-monteirismo de esquerda que nasce da incapacidade de aceitar mudanças no statu quo português. Para mal dos nossos pecados, o PS ainda pode passar de beato europeísta a talibã anti-UE, ainda pode passar de defensor do europeísmo a advogado do “orgulhosamente sós” em versão socialista”.

Não quero ser Cassandra, mas a verdade é que o último mês acelerou esta mudança esquerdista, radical e anti-europeísta. Costa colocou-se ao lado do PCP e da CGTP, que defendem o Escudo, e diabolizou a direita, que está no centro do consenso europeísta. Costa prefere manter o poder do PCP a mudar o país num sentido similar aos dos seus camaradas europeus como Renzi. Isto não é um pormenor. Será que o PS vai continuar a palmilhar o caminho já percorrido por Catarina Martins e Jerónimo, isto é, será que vai separar a Constituição portuguesa do constitucionalismo europeu?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI