Siga-nos

Perfil

Expresso

Sr. Doutor, pode olhar-me nos olhos?

  • 333

Começa a ser costume: um sujeito vai ao hospital ou centro de saúde mas é recebido por um algoritmo de bata branca. Ou seja, o Sr. Doutor passa a consulta inteira a olhar para o computador em vez de me olhar nos olhos. Fala comigo, então que maleita o aflige?, mas nunca tira os olhos do ecrã e dedilha furiosamente um teclado. Da última vez, não resisti e inquiri o algoritmo que me tentava consultar:

Sr. Doutor, desculpe lá o incómodo, mas será que pode olhar para mim? Parecendo que não, é um pouco estranho estar a falar com um programa informático! Tenho a dizer-vos que o algoritmo ficou indisposto com a pergunta e com a minha “atitude impertinente”. Pois muito, Sr. Doutor, passe lá a receita electrónica que depois eu vou a outro médico. Saí, paguei, peguei no telemóvel: ó Mãe, a doutora Maria José ainda dá consultas? É que quero ser visto por uma pessoa e não por um algoritmo com problemas de ego.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI