Siga-nos

Perfil

Expresso

É muitochinha a desonestidade de António Costa

  • 333

Quem é que vai confiar em António Costa, dentro e fora do PS, depois destas semanas? Quem? A traição palaciana parece ser a única arma do seu arsenal político. O curioso é que os esquemas do dr. Costa estão a divertir muita gente - a mesmíssima gente que garantia que ele vencia as eleições. Mas o que há aqui de divertido? É divertido ver um homem que trai camaradas de partido, que trai o eleitorado e os resultados eleitorais, que trai adversários através do namoro com velhos inimigos e que trai a própria natureza do PS ameaçando parti-lo ao meio? O que me deixa contente no meio deste caos é uma certeza: quando tudo isto terminar, António Costa será recordado como um homem pequenino que tudo quis subverter só para se manter no poder; será recordado como um homem pequenino e imbecil, pois neste momento quer impor ao país uma fórmula insultuosa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI