Siga-nos

Perfil

Expresso

O Charlie Hebdo honra Aylan Kurdi

  • 333

Mais do que nunca, há que repetir: je suis Charlie. O jornal satírico francês publicou uma série de caricaturas que utilizam a imagem do menino morto na praia turca. Com a previsibilidade de cadelinhas pavlovianas, os indignados da net levantaram-se em peso, aquilo não se faz!, é desumano!, não se brinca assim com crianças mortas! E alguns indignados profissionais até já prometem levar o caso a tribunal, alegando que o Charlie é “xenófobo”. Mas será que as pessoas deixaram de parar para pensar?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI