Siga-nos

Perfil

Expresso

Quem são os jagunços do PCP?

  • 333

Já sabíamos que o comunismo não tem pejo em usar a violência. Já sabíamos que o PCP, como qualquer partideco estalinista, não tem respeito pelo estado de direito. E também já sabíamos que o PCP tem um lastro histórico de homofobia. O que não sabíamos é que a festa do Avante é protegida por uma brigada de jagunços privados que, entre outras coisas, espanca homossexuais que se beijam em zonas isoladas da festa. Contada pelo indispensável Hugo Franco, a história está no “Expresso” de sábado: o cidadão espanhol Manuel S. foi agarrado por três indivíduos de farda negra e com uma inscrição garrafal nas costas: “APOIO”. Foi espancado, atirado para uma carrinha, pontapeado e abandonado numa charneca vizinha. Mas, antes do abandono final, sofreu o pico cinematográfico da cena: os jagunços da Atalaia apertaram-lhe o pescoço com uma corda enquanto lhe gritavam ao ouvido excertos maravilhosos da retórica ciceriana: “maricas”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI