Siga-nos

Perfil

Expresso

O mal europeu: islamitas versus nacionalistas

  • 333

Debaixo da complacência das autoridades de diversos países europeus, muitas comunidades muçulmanas criaram espaços à parte, que até são controlados por pequenas milícias que se dedicam à aplicação da sharia. Em certos bairros de Londres, há cartazes que proclamam “está a entrar numa zona da sharia”. A lei inglesa não é ali reconhecida, até porque os autoproclamados líderes destas comunidades consideram a democracia como o pior dos males. De resto, homens como Anjem Choudary são claros no seu intuito: querem criar emiratos autónomos dentro das sociedades europeias, num perfeito sistema de apartheid que evite contactos entre muçulmanos e ingleses, holandeses ou alemães; não reconhecem a lei ou qualquer símbolo da cultura judaico-cristã. No fundo, Choudary é o sonho da esquerda multiculturalista.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI