Siga-nos

Perfil

Expresso

Deixem em paz a mãe e os filhos de Sócrates

  • 333

Montar acampamento à porta de um preso mediático é mais ou menos inevitável na era dos canais de desinformação que têm de encher 24 horas sobre 24 horas de emissão através da imbecil cultura do direito. Mas julgo que qualquer pessoa compreende um ponto moral muito simples (até porque toda a gente tem mãe): apontar câmaras a uma senhora de idade já frágil e que não vê o filho há quase um ano é uma violência sem sentido. Qual é o interesse jornalístico da mãe de Sócrates? Será que todos os repórteres ali estacionados trabalham dentro da bitola da “Nova Gente” ou assim? E, se apontar a câmara é violência, apontar o microfone e fazer perguntas a essa mesmíssima senhora que desce a calçada com medo é uma grosseria que revela a condição amoral das matilhas do directo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI