Siga-nos

Perfil

Expresso

Os aliados do Syriza violaram e mataram na Bósnia

  • 333

A Grécia protegeu ativamente os massacres na Bósnia

Há relatos de voluntários gregos a combater na Ucrânia ao lado dos separatistas russos em nome da irmandade dos povos ortodoxos, herdeiros de Bizâncio e Constantinopla. Não é a primeira vez. Em 1995, cerca de 100 voluntários associados ao partido nacionalista grego Aurora Dourada, aliados do Syriza, participaram na limpeza étnica de Srebrenica ao lado dos sérvios. A bandeira grega foi hasteada em Srebrenica no momento em que as forças ortodoxas assassinavam milhares de homens e violavam milhares de mulheres. É verdade que esta ação no terreno foi encabeçada apenas por cem homens, mas a Grécia inteira esteve ao lado da Sérvia e dos bósnios-sérvios durante os massacres. O comportamento da Grécia foi vergonhoso. Aliás, a atitude grega continua a ser infame porque Atenas nunca fez mea culpa. Mas esse enorme telhado de vidro helénico fica para depois. Por agora interessa registar que a tese conservadora de Huntington é cada vez mais a grande profecia do lote de profecias pós-queda do muro de Berlim.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI