Siga-nos

Perfil

Expresso

Obama, o grande conservador

  • 333

Não me enganei. Apesar de estar à esquerda, Obama é mais conservador do que Bush na forma como vê o poder. Na política externa, seguiu uma estratégia de prudência realista, pondo termo ao voluntarismo idealista dos neoconservadores. Durante os anos Obama, o poder americano foi olhado sem a hubris à Rumsfeld, a figura que desprezava a primeira lição do poder: os nossos actos têm sempre consequências imprevisíveis; o actual caos no Iraque e Síria é uma dessas consequências. Os anos Obama também esfriaram a arrogância ideológica à Wolfowitz, a personagem que lançou guerras debaixo de um pressuposto utópico: se removermos a presença do tirano, a liberdade florescerá sozinha.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI