Siga-nos

Perfil

Expresso

A Amazon é um Big Brother

  • 333

As maravilhosas rainhas da internet continuam a levar-nos para a barbárie. Agora é a vez da Amazon inventar o seguinte modelo de pagamento de direitos de autor: através do Kindle (aparelho de leitura digital), o retalhista digital só quer pagar aos escritores consoante o número de páginas lidas pelo leitor. Ou seja, não quer pagar o download/venda do livro, só quer pagar à página: se o utilizador ler apenas dez das duzentas páginas, o autor só recebe uma ínfima percentagem. Por ordem crescente, isto é uma barbárie tecnológica que desrespeita os livros, a leitura, a escrita e, acima de tudo, a nossa privacidade. 


Para continuar a ler o artigo, clique AQUI