Siga-nos

Perfil

Expresso

Syriza e Le Pen no colo de Putin

  • 333

Antes do Syriza chegar ao poder, assumia-se sempre que os gregos tinham a moral do seu lado. A discussão era apenas técnica, porque a questão moral já estava resolvida: a Alemanha e demais potências do norte estavam a esmagar os pobres gregos que não tinham qualquer responsabilidade no estado calamitoso do seu país; quem contestasse este primado moral não passava de um vil bastardo; quem ousasse dizer que os gregos deviam ser responsabilizados pela sua endémica falta de transparência não passava de um vil “germanófilo”. Merkel era o novo Bush, o novo papão.


Para continuar a ler o artigo, clique AQUI